Saúde pública e higiene na imprensa diária em anos de epidemias, 1854-1918

2013_Almeida_Saude_publica_higiene

Autor
Maria Antónia Pires de Almeida
Edição e Ano
Lisboa: Colibri, 2013
Nº de páginas 260 pp.
ISBN 978-989-689-317-0

Sobre o livro

Este livro apresenta os resultados da investigação sobre a divulgação da Ciência e da Tecnologia ao público não especializado. A principal fonte utilizada é a imprensa generalista. Em períodos de crise sanitária grave como os que ocorreram em 1855, 1899 e 1918, especialmente no Porto, onde a cólera, a peste bubónica, o tifo exantemático, a gripe pneumónica e a varíola atacaram e mataram percentagens elevadas da população, as imagens das epidemias nos jornais permitem-nos conhecer o estado dos conhecimentos científicos num país considerado periférico, mas que dispunha de tantos conhecimentos e pessoal especializado como os países mais avançados da sua época.

 

Índice

Introdução

1. Cólera, 1855

1.1 A epidemia de cólera de 1853-1856 vista pela imprensa

1.2 Cólera: causas conhecidas, prevenção e tratamentos

1.3 Dez anos depois: a epidemia de 1865

2. Peste bubónica, 1899

2.1 A peste no Porto vista pela imprensa

2.2 A higiene das pessoas e das habitações

2.3 Observadores internacionais

2.4 Ricardo Jorge e os protestos nas ruas do Porto

2.5 O caso Câmara Pestana

2.6 O final da peste

3. Tifo exantemático, gripe pneumónica e varíola, 1918

3.1 Tifo exantemático

3.2 Gripe pneumónica

3.3 Varíola

4. Temas de saúde pública em períodos de epidemias

4.1 Doenças

4.2 Farmácia, medicamentos e tratamentos

4.3 Higiene

4.4 Alimentação

Conclusões

Anexo: Resumo das epidemias estudadas

Bibliografia



Encomendar na Livaria Colibri, FCSH/UNL. Av. de Berna, Lisboa ou AQUI