Os desertos e as ourelas do Mar: uma carta atlântica portuguesa do século XVI da Biblioteca Centrale della Regione Siciliana (André Ferrand Almeida)

Categoria: Apoiados pelo CIUHCT Data inicio: 2018-05-25 11:00
Data fim: 2018-05-25 12:30


Esta palestra está associada ao projecto Medea Chart, e será na FCUL, sala 6.1.25.

Sinopse (por André Ferrand Almeida)

Em Dezembro de 2007 foi descoberta em Palermo, na antiga Biblioteca Nacional (actualmente denominada Biblioteca Central da Região Siciliana) uma carta náutica portuguesa do século XVI até então desconhecida. Esta carta estava a servir de capa a um livro de teologia de Gesualdo Bologni, que pertenceu à antiga biblioteca do Convento dos Frades Capuchinhos de Palermo. Ao perceber que se tratava de uma carta náutica portuguesa, o então director da Biblioteca Central, Gaetano Gullo, contactou Joaquina Feijão, responsável pela área de cartografia da Biblioteca Nacional de Portugal, para obter ajuda na datação e na atribuição de autoria da carta. Foi neste contexto que eu próprio e João Carlos Garcia fizemos um primeiro estudo deste objecto cartográfico. Em Dezembro de 2008 teve lugar um colóquio que lhe foi dedicado e realizou-se uma exposição na Biblioteca Central da Região Siciliana, onde a carta náutica portuguesa foi exposta pela primeira vez. Esta carta voltou a ser apresentada, por mim e por Angelo Cattaneo, na 23ª Conferência Internacional de História da Cartografia, em Copenhaga, em Julho de 2009. 

A carta náutica, traçada sobre pergaminho, encontra-se mutilada nas margens e na parte inferior. Na verdade, terá sido cortada já no século XVIII, precisamente para se adaptar ao tamanho do livro. Depois de limpo e esticado, o pergaminho pôde recuperar a sua forma original. Apesar de incompleto, o pergaminho está em bom estado, as cores estão vivas, e os topónimos e as legendas são, na sua maioria, legíveis.

Neste seminário, retomando o trabalho anteriormente realizado, pretende-se analisar com mais detalhe o conteúdo desta carta atlântica, nomeadamente as legendas e os topónimos, mas também os seus aspectos técnicos e iconográficos. Da mesma forma, procurar-se-á discutir a datação e a provável autoria, e explicitar as razões do seu aparecimento em Palermo.

Poster de divulgação