Tertúlia sobre "Oxigénio", de Carl Djerassi e Roald Hoffmann

22 de novembro de 2015, 17h. Orador: Ana Carneiro
Teatro-Estúdio António Assunção, Almada

Sinopse

A ‘descoberta’ do oxigénio está indelevelmente associada ao nome de Antoine-Laurent Lavoisier (1743-1794), bem como à questão da prioridade na descoberta deste gás que disputou com Joseph Priestley (1733-1804) e Carl Scheele (1742-1786). É este o tema da peça "Oxigénio" da autoria de Carl Djerassi (1923-2015) e Roald Hoffmann (1937-).

Começando pelos autores, Djerassi é principalmente conhecido pelas suas contribuições para o desenvolvimento da pílula anticoncecional, mas também pelos seus romances e peças de teatro, sendo um colecionador de arte, especialmente de obras de Paul Klee. Roald Hoffmann é um químico teórico, galardoado com o Prémio Nobel da Química, em 1981, que compartilhou com Kenichi Fukui; dedicou-se também à escrita, com destaque para a poesia.

A intriga desta peça gira em torno Lavoisier, Priestley e Scheele e das respetivas mulheres. A ação decorre em dois tempos, 1777 e 2001, ano em que o comité Nobel, pretendendo atribuir um ‘retro-Nobel’, discute o conceito de descoberta científica.

Desde as contribuições científicas dos autores e suas implicações na sociedade do século XX, ao conteúdo da peça, não faltam motivos para troca de ideias: o papel e objetivos da ciência e de quem a pratica; a importância do estatuto social e dos meios disponíveis para a prática científica; a prioridade na descoberta e a construção de uma reputação; o papel das mulheres na ciência e na sociedade - até porque é com um diálogo entre três mulheres que a peça se inicia.

Esta tertúlia enquadra-se no ciclo de tertúlias da Mostra de Teatro de Almada dedicadas a diferentes perspetivas sobre o teatro na sua relação com a pedagogia, a ciência e o arquivo. O objetivo é, justamente, estabelecer um momento de diálogo entre pessoas e práticas que, sendo aparentemente de universos distintos, têm o teatro como objeto comum de investigação. 

Organização

Artes e Engenhos - Associação Cultural e Ninho de Víboras

Mais informações