O que é realmente uma carta náutica? (Joaquim Alves Gaspar e Henrique Leitão)

14 de Dezembro, pelas 11h30.
Na FCUL, Edifício C8, Sala 8.2.04.
Palestra apoiada pelo projecto MEDEA-CHART.


Bartolomeu Velho, Caraíbas. (ca.1560)

Sinopse

Durante os séculos XVI e XVII, as cartas náuticas eram a mais importante fonte de informação geográfica para a imagem do Mundo que era exibida nos mapas e atlas europeus. Contudo, pouco se sabia, até há bem pouco tempo, sobre a geometria destes notáveis artefactos. A partir dos resultados obtidos com modernas técnicas de análise cartométrica e modelação numérica, propomo-nos clarificar a verdadeira natureza das cartas náuticas do período moderno e mostrar como a sua geometria está intimamente ligada às técnicas de navegação. Duas conclusões principais derivam do nosso estudo: em primeiro lugar, aquelas cartas náuticas só podem ser inteiramente entendidas à luz dos métodos de navegação que se destinavam a apoiar; e em segundo, as cartas eram instrumentos de navegação, não tentativas para representar o Mundo.