Galileu cortesão. A prática da ciência na cultura do Absolutismo

Autor
Mario Biagioli
Edição e Ano
Porto, Porto Editora, 2005
Nº de páginas 424 pp.
ISBN 978-972-0-45088-3

Encomendar

Sinopse

Esta visão provocatória da obra de Galileu insere-se nas correntes da história cultural e social das ciências. Na corte dos Medici e junto do Vaticano, Galileu foi adaptando a sua carreira e a sua ciência às exigências da vida da corte e às regras impostas por um mecenato que detinha não só riqueza como poder e prestígio. As questões científicas que Galileu estudou, os métodos que explorou e as conclusões a que foi conduzido não devem, segundo Mario Biagioli, ser dissociadas do papel que Galileu escolheu desempenhar no seio de uma corte aristocrática setecencista.